Quais as COMPETÊNCIAS mais valorizadas hoje no mercado de trabalho?

Quais as COMPETÊNCIAS mais valorizadas hoje no mercado de trabalho?

As competências de uma pessoa são consideradas sua vitrine no mercado de trabalho. Quando pensamos em competências, pensamos em tudo aquilo que a pessoa é capaz de fazer e entregar de maneira eficiente.

Muitas organizações possuem seus indicadores de Recursos Humanos voltados para a gestão por competência, isso é, as descrições de cargo, as avaliações de desempenho e até mesmo as remunerações variáveis são baseadas nesse modelo de gestão.

Dessa forma, os profissionais são contratados pelas competências que comprovam ter durante todo o processo seletivo e avaliados pela performance que alcançam nas competências contidas em sua descrição de cargo.

Pode ser que você se pergunte: Mas como posso desenvolver todas as competências necessárias se não sei exatamente quais são?

Pois bem, a boa notícia é que nem sempre os recrutadores buscam no candidato todas as competências necessárias para a vaga. A decisão de um processo de seleção é respaldada em diversos pontos logo, em alguns casos, entende-se que mesmo que a pessoa não tenha determinada competência ela poderá desenvolvê-la ao longo de seu trabalho. Porém, ter conhecimento das competências mais solicitadas atualmente pelo mercado de trabalho poderá te ajudar, pois sabendo quais são, você poderá se autoavaliar e verificar quais você já possui e quais precisa buscar por meio de cursos, palestras ou até mesmo treinamentos comportamentais.

Quais são as competências que o mercado mais valoriza hoje?

Comprometimento: essa competência é fundamental para qualquer profissão. Um profissional comprometido é aquele que veste a camisa da organização, dá o seu melhor e busca superar seus resultados.

Relacionamento interpessoal: Toda organização é formada por pessoas que se relacionam diariamente para atingir os resultados esperados. Profissionais que conseguem respeitar opiniões, ter empatia, ser comunicativo e colaborar para o bom clima organizacional são bem vistos.

Conhecimento técnico: Independente da área, a atualização constante dos conhecimentos técnicos é indispensável. Se você está buscando uma recolocação profissional procure fazer cursos, participar de treinamentos, palestras e eventos relacionados a sua área, isso mostra o quão atualizado você está e a bagagem técnica que você carrega.

Conhecimento cultural: Ter cultura e respeitar culturas é um grande diferencial nos dias de hoje. Um profissional culto, que busca conhecimentos diversos tem a mente aberta para a criatividade e a inovação.

Inovação: A grande competitividade empresarial faz com que organizações inovadoras saiam na frente. Para ser inovadora, as empresas precisam de profissionais inovadores, ou seja, aquele colaborador que pensa e cria além do esperado.

Criatividade: A criatividade, assim como a inovação, é uma competência essencial para qualquer tipo de negócio. Essa competência é válida para todos os profissionais, independente do cargo. Por exemplo, um CEO precisa ser criativo ao elaborar suas estratégias e uma recepcionista precisa ser criativa para lidar com as diferentes situações do dia a dia do atendimento. Diferente do que muita gente pensa a criatividade pode ser desenvolvida.

Autoconhecimento: Avaliar-se e conhecer-se são práticas essenciais para qualquer pessoa. O autoconhecimento é, inclusive, o ponto de partida para o desenvolvimento de novas habilidades pois, praticando essa competência, podemos nortear nosso desenvolvimento pessoal, uma vez que sabemos, por exemplo, quais são nossos pontos fortes e os pontos que precisamos melhorar.

Inteligência emocional: Saber lidar com os próprios sentimentos é uma das competências mais desafiadoras. No ambiente corporativo passamos por momentos de euforia, correria, stress, cansaço e mesmo com tudo isso precisamos atender bem o próximo, ser educado e empático, o que em muitos momentos pode ser bastante desafiador e esses são exatamente os momentos de colocar a inteligência emocional em prática.

Agora que você já sabe quais são as competências mais valorizadas no mercado de trabalho, procure identificar as que você tem, para explorá-las durante seus processos seletivos; e as que você não tem, procure desenvolver para se tornar um profissional mais competitivo e completo.

Uma boa maneira de começar a se desenvolver é buscar autoconhecimento.

Baixe agora nosso guia grátis de autoconhecimento e comece a colocar em prática!